top of page

Inada Kyuzo Shinsuke


Concebida para a série Vinte e oito assassinatos com versos, a xilogravura é um exemplo clássico de muzan-e 無残絵, gênero pinga-sangue dedicado ao mundo cão que fez sucesso no final do período Edo 江戸時代 (1603-1868) e início da Restauração Meiji 明治維新 (1868-1912). Aqui, o sadismo alcança novos patamares: testemunhamos Inada Kyuzo Shinsuke retalhando com requintes de crueldade a auxiliar de cozinha, amarrada e pendurada de ponta-cabeça com auxílio de uma corda.

É incerta a biografia de Shinsuke. O mesmo vale para a vítima. A julgar pelas referências oblíquas no texto e haicai, a criada cometeu erros técnicos ao manusear a faca e, ao macular a reputação ilibada do chef de cozinha, acabou punida pelo vassalo.


Imagem: Inada Kyuzo Shinsuke 稲田九郎新助 (1867)

Série: Eimei nijuhasshuku 英名二十八衆句 (1866-1867)

Artista: Tsukioka Yoshitoshi 月岡芳年 (1839-1892) e Utagawa Yoshiiku 歌川芳幾 (1883-1904)


postagem em parceria com @pictures_of_the_floating_world

3 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page