Miau


Aqui, o bichano branco incorpora a prostituta que recém encerrou o turno e agora observa da janela do bordel os arrozais próximos à região de Taito 台東区, no distrito de Asakusa 浅草, em Edo 江戸. Largados no chão de forma displicente, quatro grampos de cabelo e um maço de lenços higiênicos, delicadamente batizados de “papéis para o ato honorável”. Majestoso, o monte Fuji desponta no horizonte. Na margem superior, uma das marcas registradas de Hiroshige: o degradê de azul prussiano utilizado para criar a ilusão de profundidade.

A imagem apresenta o distrito dos prazeres de Yoshiwara 吉原遊廓 no dia mais movimentado do ano. Apesar disso, o barulho e a atividade frenética não parecem alcançar o segundo andar do prostíbulo, que exala uma atmosfera tranquila digna de monastério. Ao fundo, para além dos campos cultivados, uma alegre procissão celebra o festival Torinomachi 酉の町.

No dia em questão, o distrito dos prazeres recebia todo tipo de visitantes, de discretos indivíduos solitários à procura de sexo fugaz a famílias inteiras, curiosas em conhecer as notórias supercortesãs e testemunhar as coloridas comemorações. Também se tratava de um monbi 紋日, um dos dias especiais em que, por tradição, toda prostituta deveria necessariamente receber ao menos um cliente — ou, caso contrário, pagar uma multa ao proprietário do bordel.


Título: Asakusa tanbu Torinomachi mode 浅草田甫酉の町詣 (1857)

Série: Meisho Edo hyakkei 名所江戸百景 (1856-58)

Artista: Ando / Utagawa Hiroshige 安藤 / 歌川広重 (1797-1868)


postagem em parceria com @pictures_of_the_floating_world

9 visualizações

Posts recentes

Ver tudo