top of page

Momotaro, o filho da fruta


CONTOS DE FADAS JAPONESES — MOMOTARO, O FILHO DA FRUTA

tradução para o inglês de Lafcádio Hearn


Há bastante tempo, existiram um velho e uma velha. Aconteceu de, dia desses, o velho se aprofundar nas montanhas em busca de folhas secas. A esposa, por sua vez, lavava roupas nas margens do rio, momento em que percebeu um grande objeto arrastado pela correnteza. Içou-o com o auxílio de um galho de bambu e, ao inspecioná-lo, descobriu se tratar de um imenso pêssego. Agilizou a lavação e retornou para casa, animada com a sobremesa recém descoberta.

Ao cortar a fruta na metade, do seu interior pipocou uma criança. Ao testemunhar tamanho milagre, os anciãos se rejubilaram e o batizaram Momotaro, menino-pêssego. Criado com atenção e carinho, a criança se tornou um rapaz forte e corajoso, determinado a atravessar o oceano até a ilha habitada por demônios e tomar para si o butim por eles acumulado ao longo dos anos. Comunicou o fato aos pais adotivos e solicitou que preparassem bolinhos de arroz para a viagem, que guardou na bolsa amarrada à cintura.

Durante o trajeto, um vira-lata encostou ao seu lado.

“O que é isto pendurado na sua cintura?”

“Alguns dos bolinhos mais gostosos do Japão.”

“Me dá! Me dá! Só um, e prometo acompanhá-lo.”

E assim Momotaro o fez. Em seguida, um macaco surgiu e também recebeu um bolinho. Um faisão pousou e, devidamente alimentado pelo menino-pêssego, completou o grupo. Horas depois, o quarteto alcançava a ilha dos demônios. Cruzaram o portão de entrada e se depararam com uma horda furiosa disposta a impedir o avanço do grupo. Em vão. Por fim, Momotaro conheceu Akandoji, o rei dos demônios.

A batalha teve início. Akandoji investiu com um cano de ferro contra Momotaro, contudo o jovem esquivou como se nada fosse. Ao se altercarem, o menino-pêssego derrubou o regente e o amarrou com uma corda, tão apertado que o demônio mal se movia.

Derrotado, o monarca reconheceu a superioridade do adversário. Momotaro recolheu os tesouros e, durante os preparativos para a volta, regozijou-se ao perceber que, com a importante ajuda do cachorro, do macaco e do faisão, cumpriu a missão com relativa tranquilidade.

Imensa foi a alegria com que o casal de idosos recepcionou o filho. Todos se refestelaram com um verdadeiro banquete, ocasião em que compartilharam histórias da aventura e admiraram as riquezas conquistadas. Adulto, Momotaro se transformou em um líder nato, um sujeito influente e milionário, além de honrado.

9 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page