top of page

Urso e tanuki


Dois animais avançam na neve daquele jeito. Mais confiante, o urso 熊 arreganha os dentes num sorriso maroto, enquanto o tanuki 狸 arregala os olhos e faz cara de flagrado com a boca na botija.

O urso em questão é uma sub-espécie do urso negro asiático e habita as duas ilhas mais movimentadas do arquipélago japonês, Honshu 本州 e Shikoku 四国. Em Kyushu 九州, a última aparição dos zé colmeias data de 1987, o que o torna virtualmente extinto na região.

Estima-se a existência de 10 mil ursos no país. Na deep web, há grande demanda por partes de ursos nipônicos, como cabeça e patas, o que ameaça sua população. A espécie representada por Kasamatsu Shiro é pitoca, com 120 a 140 centímetros de comprimento. Bem fornidos, os machos pesam entre 60 e 120 quilos e as fêmeas, entre 40 e 100 quilos. Os bichos preferem áreas com abundância de mato e árvores com frutinhas tipo berries, bases da sua dieta.

O tanuki, por sua vez, não é um guaxinim. Nem um texugo. Trata-se de uma espécie canina que alcança 60 centímetros de comprimento, de cauda longa e áreas escuras em volta dos olhos, que dão ao animal um ar bandido, de amor proibido. No passado, os tanukis eram caçados por sua carne, que detinha supostos poderes medicinais, eficazes contra úlceras e hemorroidas; por sua pele escrotal, empregada na ourivesaria; e por seu pelo elástico e resistente, utilizado para confecção de pincéis e roupas.

Tanukis vivem entocados, saem ao pôr do sol, fazem o que tem que fazer e retornam à chegada da aurora. À medida em que migraram para áreas urbanas nas décadas de 1980 e 1990, passaram a revirar lixeiras em busca de alimento, o que fortaleceu a associação com os texugos.


Título: Kuma 熊 (1955), Tanuki 狸 (1955)

Artista: Kasamatsu Shiro 笠松紫浪 (1898-1991)


postagem em parceria com @pictures_of_the_floating_world

1 visualização

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page