Homo homini lupus


Publicada em 1875, a nauseante imagem da categoria muzan-e 無残絵, gravuras pinga-sangue, mostra os cadáveres de duas mulheres vítimas de roubo. Não contentes, os assaltantes as deixaram ao deus-dará amarradas em troncos de árvores. Tão logo o dia se fez noite, as duas foram estraçalhadas e devoradas por uma matilha de lobos.

A cena consta da edição 623 do Yubin Hochi Shinbun 郵便報知新聞, periódico patrocinado pelo governo Meiji 明治政府 e que, volta e meia, utilizava xilogravuras para ilustrar seus artigos. Anos antes, entre 1866 e 1868, Tsukioka Yoshitoshi 月岡芳年 (1839-1892) havia produzido obras bastante perturbadoras, que ilustravam monstruosos assassinatos com nível escatológico de detalhes — para deleite do público.


À época, periódicos como o Yubin Hochi Shinbun foram alavancados pela modernização que tomou o país de arrasto, e o artista acabou recrutado para produzir os chamados shinbun nishiki-e 新聞錦絵, estampas coloridas para jornal. As imagens ocupavam página inteira e vinham acompanhadas das respectivas matérias, em geral pautas sensacionalistas do mundo cão.


postagem em parceria com @pictures_of_the_floating_world

4 visualizações

Posts recentes

Ver tudo