Flagrantes em 24 horas - - - 10 am


Uma musicista se contorce para afinar as cordas de seda e deslocar a ponte koma 駒, responsável pela afinação do shamisen 三味線 — instrumento musical originário da China que alcançou o Japão, via ilhas Ryukyu 琉球弧, no final do período Muromachi 室町時代 (1333-1573) —, composto por um longo braço e corpo de madeira, em geral recoberto por pele de gato. Inicialmente utilizado por contadores de histórias itinerantes, o shamisen se tornou obrigatório em celebrações nos grandes centros urbanos, transformando-se assim em item essencial para as gueixas 芸者.

Em destaque, o telhado íngreme de uma construção em estilo europeu, a cruz no topo identificando-a como uma igreja. Conforme estabelecido no Tratado de Harris, assinado pelo Japão e nações ocidentais em 1858, estava autorizada liberdade de culto aos estrangeiros em território nipônico. Assim, já no final daquela década, missionários aportaram no arquipélago. Dentre eles, os japoneses, em especial os da antiga classe samurai, se impressionaram particularmente com os protestantes e sua ética de trabalho, princípios morais elevados e valorização da educação de qualidade.


Título: Gozen juji 午前十時

Série: Mitate chuya nijuyo ji no uchi 見立昼夜廿四時之内 (1890)

Artista: Toyohara Kunichika 豊原国周 (1835-1900)

1 visualização

Posts recentes

Ver tudo