top of page

Bambuzal


Um solitário camponês transita pela floresta de bambus de Arashiyama 嵐山, em Quioto 京都, local de visitação famoso desde o período Heian 平安時代 (794-1185), quando nobres para lá se dirigiam em busca de belezas naturais únicas e efeitos sonoros ímpares. Estar em meio aos imponentes bambus é como ser transportado para outra dimensão. Pelo menos, é o que dizem.

Os japoneses possuem uma longa tradição com bambus, protagonistas ou coadjuvantes em inúmeros mitos e lendas, símbolos de adaptabilidade, força e bonança. Durante décadas, recomendava-se à população que, à ocorrência de terremotos, procurassem abrigo em florestas de bambus, cujas raízes musculosas agarrariam o solo, mantendo-o estável.

Título: Saga no takeyabu 嵯峨之竹藪 (1952)

Artista: Takeji Asano 浅野竹二 (1900-1998)


postagem em parceria com @pictures_of_the_floating_world

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page