top of page

Primeiros passos


É fato: nenhum artista japonês foi tão celebrado, publicado ou exibido como Katsushika Hokusai 葛飾北斎 (1760-1849). Desde meados do século 19, seu impacto no mundo das artes ocidentais e orientais tem sido profundo e variado.

Mas, quem foi o dito-cujo?

Hokusai nasceu no vigésimo terceiro dia do nono mês do décimo ano da era Horeki 宝暦年号 (1751-1764), vulgo 1760, no distrito de Honjo Warigesui 本所割下水, região central da capital Edo 江戸. Pouco é sabido da sua família. Acredita-se que o pai fosse certo Kawamura 川村 ou Nakajima Ise 中島伊勢, fabricante de espelhos de metal polido para o xogunato 幕府, porém teorias especulam ter o artífice adotado Hokusai bastante jovem, no início da infância, época em que era conhecido pelo nome de batismo, Tokitaro 時太郎, mais tarde substituído por Tetsuzo 鉄蔵.

São poucas as informações disponíveis sobre os tempos de menino, porém aparentemente Hokusai se interessou pelas artes visuais desde cedo — em décadas posteriores, no posfácio escrito para a série As cem vistas do monte Fuji 富嶽百景, rememora que, aos cinco ou seis anos de idade, já era apaixonado por rabiscar aquilo que os olhos curiosos apreendiam.

Título: Honjo warigesui 本所割下水

Série: Tokyo shinga meisho zukai 東京真画名所図解 (1884-89)

Artista: Yasuji Inoue 井上安治 (1864-1889)


Título: Honjo warigesui 本所割下水

Série: Tokyo meisho yonjuhakkei 東京名所四十八景 (1871)

Artista: Ikkei 一景 (ativo na década de 1870)

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page