top of page

Os 24 modelos de devoção filial

7 GABOLICES PARA DIVERTIR OS PAIS


a árvore prefere a inércia, mas o vento insiste em soprar

a pessoa quer ser boa aos pais, porém estes estão mortos


Durante o período das primaveras e outonos (770-476 a.C.) viveu Lao Laizi, conhecido pela dedicação incondicional aos pais. Desde muito jovem, era respeitoso e obediente, cumprindo todos os seus desejos. Décadas depois, agora septuagenário, Lao Laizi ainda se devotava por inteiro aos genitores, que alcançaram admirável longevidade graças ao seu profundo zelo. Ele os aquecia no inverno e os resfriava no verão, alimentando-os com comidas pastosas facilmente mastigáveis por suas bocas desdentadas.

Em certa ocasião, escutou por acaso um casal comentar: “Que coisa, nosso filho já é um homem feito. Não demorará a chegar o dia em que nos despediremos desta existência”. Desde então, era-lhe penoso suportar o sentimento de impotência aflorado. Preciso encontrar uma forma de distrai-los, pensou.

A partir daí, Lao Laizi se fantasiava com as roupas coloridas de uma criança circense ou imitava os maneirismos de um menino peralta, maquiava-se como um personagem cômico de ópera e executava danças famosas, conversava com marionetes ou fazia palhaçadas diante do olhar encantado dos pais. Às vezes, carregava uma vara nos ombros, na qual se equilibravam dois baldes cheios de água, para em seguida tropeçar, derramar o líquido, escorregar e se estabacar no chão. Suas performances nunca falhavam em suscitar gargalhadas. Ao bancar o tolo, dissipava a melancolia que por vezes assomava a mãe e o pai.

 

brinca e dança e tropica

as vestes tremulam ao vento primaveril

os pais gargalham em alegria banguela

a felicidade preenche o ambiente

Imagem: Roraishi 老來子

Série: Nijushiko doji kagami 二十四孝童子鑑 (1840)

Artista: Utagawa Kuniyoshi 歌川国芳 (1798-1861)

 

Imagem: Roraishi 老來子

Série: Morokoshi nijushiko 唐土廾四孝 (1848)

Artista: Utagawa Kuniyoshi 歌川国芳 (1798-1861)

12 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page