Ho ho ho


E lá vai o bom velhinho distribuir presentes pra criançada de Tóquio. Mas só as boazinhas.

No Japão, o Natal passou a ser celebrado de fato nas últimas décadas. Apesar disso, não é considerado um feriado religioso — trata-se de uma época de boas vibrações, em que as pessoas se reúnem, cantam Simone e trocam presentes.

Originalmente, a cena foi concebida para ilustrar a capa da Japan Trade Monthly, revista publicada por Watanabe Shozaburo 渡辺庄三郎 (1885-1962), a força motriz por trás do shin-hanga 新版画, movimento do início do século 20 responsável pela revitalização do ukiyo-e 浮世絵, então mal das pernas. O shin-hanga, porém, preservou o antigo sistema de produção colaborativo entre artista, entalhador, impressor e editor.

Mais tarde, o diretor da vez da Unicef se encantou com a imagem e solicitou permissão para publicá-la como cartão de Natal da instituição. Deferida.


Em 1956, ano que antecedeu sua morte, Kawase Hasui foi nomeado Ningen Kokuho 人間国宝, tesouro nacional vivo japonês.


Título: Yukiniwa no Santa Kurosu 雪庭のサンタクロース (1950)

Artista: Kawase Hasui 川瀬巴水 (1883-1957)


postagem em parceria com @pictures_of_the_floating_world

3 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Clareou