top of page

Deus do trovão


Senta que lá vem história.

Com pele de turista sueco em Copacabana, olhar bovino e sorriso de mona lisa, eis Raijin 雷神, aka Kaminari-sama 雷様, Raiden-sama 雷電様, Narukami 鳴る神, Raiko 雷公 e ainda Kamowakeikazuchi-no-kami 賀茂別雷命. Via de regra, o bichão costuma se apresentar musculoso e torneado, expressão de poucos amigos, a batucar den den daiko でんでん太鼓, tambores de duas faces adornados com símbolos xintoístas mitsudomoe 三ツ巴. Raijin é o deus criador dos raios e trovões e suas origens remontam ao Kojiki 古事記, compêndio de crônicas, mitos e genealogias escrito no século 7 que, em conjunto com Nihon shoki 日本書紀, cuida da cosmogonia do arquipélago japonês e suas divindades.

Após Izanami 伊弉冉尊 morrer vítima das queimaduras de terceiro grau infligidas ao conceber Kagutsuchi 軻遇突, deus do fogo, seu marido Izanagi 伊邪那岐命, enlutado e perigoso, decepa a criança com a catana e retalha seu corpo em oito pedaços, tornados vulcões. Em seguida, executa a perigosa descida a Yomi 黄泉の国, o trevoso mundo dos mortos, em busca da amada, que confessa haver se alimentado de insumos infernais que a impedem de fugir.

Então, Izanami vai ao palácio da divindade responsável tentar negociar um habeas corpus. Horas depois, cadê? Preocupado, Izanagi vai ao seu encalço e descobre o cadáver da esposa carcomido por vermes. Da sua cabeça nasce o grande Raijin 大雷神, do peito o Raijin de fogo 火雷神, do estômago o Raijin negro 黒雷神, da vagina o Raijin fértil 咲雷神, da mão esquerda o jovem Raijin 若雷神, da direita o Raijin da terra 土雷神, da perna esquerda o Raijin retumbante 鳴雷神 e, da direita, o Raijin respeitoso 伏雷神. O kit completo dos oito deuses é designado Honoikazuchi-no-kami 火雷大神.

 

Imagem: Raijinzu 雷神図 (c. 1834-49)

Artista: Katsushika Hokusai 葛飾北斎 (1760-1849)

 

postagem em parceria com @pictures_of_the_floating_world

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Opmerkingen


bottom of page