top of page

Céu de catapora


É noite fresca de verão e barcos cobertos yanebune 屋根船, perfeitos para momentos de prazer em grupo, trafegam pelas águas do rio Sumida 隅田川. Fogos de artifício espocam como sarampo acima da ponte Ryogoku 両国橋, construída em 1659 na capital Edo 江戸, próximo ao entroncamento com o rio Kanda 神田川. A ponte Ryogoku, duas províncias, foi assim nomeada por conectar as províncias de Musashi 武蔵国 e Shimosa 下総国.

Tradicional como uva-passa em cachorro-quente carioca, o festival de fogos de artifício do rio Sumida 隅田川花火大会 existe pelo menos desde os anos 1732 e 1733, período da grande fome da era Kyoho (1716-1736) 享保の大飢饉, em que o Japão padeceu de terrível escassez de víveres, com consequências funestas e estimativa de até 169 mil mortos. À época, rojões foram incorporados às celebrações em homenagem às almas dos ancestrais, o que entretinha a população sofrida e proporcionava um alento, embora temporário.


Título: Ryogoku hanabi no zu 両国花火之図 (1880)

Artista: Kobayashi Kiyochika 小林清親 (1847-1915)


postagem em parceria com @pictures_of_the_floating_world

1 visualização

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page