top of page

Apegue-se a tudo e não realizará nada


E eis que o garoto descobriu sua vocação: a vida religiosa.

Tão logo foi aceito no monastério, começou a tomar lições de montaria.

“Afinal, alguém pode repentinamente aparecer a cavalo e solicitar minha presença para realizar um ofício fúnebre. Caso não saiba cavalgar, posso cair do animal e estabacar no chão. Seria uma vergonha”, pensou.

Também começou a estudar música.

“Após os ofícios, é costumeiro servirem saquê e conversar amenidades, ocasião em que é importante conhecer alguma forma de entretenimento. Senão, me transformaria num estraga-prazeres”, concluiu com sua lógica peculiar.

A cada dia, aprimorava-se na montaria e na música.

Acabou por esquecer o objetivo inicial, ordenar-se monge.

Envelheceu arrependido.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page