A execução de Goemon Ishikawa e seu filho Goroichi


Testemunhamos a execução pública por cozimento do lendário fora-da-lei Goemon Ishikawa 石川五右衛門 (1558-1594) e seu filho caçula Goroichi 五郎市 diante do portão principal do templo Nanzen 南禅寺, em Quioto.

Goemon alcançou notoriedade por roubar dos ricos para dar aos pobres. Após o assassinato da esposa Otaki e o encarceramento do primogênito Gobei, desabrochou em seu coração a sede de vingança. Na calada da noite, o furtivo Goemon invadiu o castelo Fushimi 伏見城até alcançar o aposento do responsável por seu imenso pesar, o daimiô Toyotomi Hideyoshi 豊臣秀吉 (1537-1598). Nesse instante, quis o destino que o fora-da-lei esbarrasse e derrubasse um pequeno sino em cima da mesa. Seu tilintar despertou os guardas.


Os relatos divergem quanto à execução. Há quem afirme que, ao erguer o filho sobre a cabeça, a despeito da grande dor infligida pela água fervente, Goemon obteve clemência para a criança. Outros rezam que, num primeiro momento, Goemon alçou o caçula nos braços, porém, ao perceber apenas adiar o inevitável, submergiu-o no fundo do caldeirão de ferro, de modo a matá-lo o mais breve possível. Em seguida, em um gesto de desafio, ostentou nos braços seu corpo sem vida.


A lenda de Goemon está imortalizada em inúmeras obras de ukiyo-e e peças do teatro cabúqui.


Imagem: Ishikawa Goemon to isshi Goroichi 石川五右衛門と一子五郎市 (ca. 1807-1865)

Artista: Utagawa Kunisada 歌川国貞 (1786-1865)


postagem em parceria com @pictures_of_the_floating_world

13 visualizações

Posts recentes

Ver tudo